IFG de Urutaí terá treinamento de cães-guia

O Instituto Federal Goiano (IFG) de Urutaí, assim como os institutos federais de Sergipe (São Cristóvão), do Amazonas (Manaus), do Ceará (Limoeiro do Norte) e do Sul de Minas Gerais (Muzambinho) passam pelo processo de implantação de unidades de formação de treinadores de cães-guia. Essa iniciativa é do Ministério da Educação.
O projeto começou no ano passado nos institutos em Santa Catarina e no Espírito Santo. Agora, pelo menos outros cinco centros estão sendo instalados nos institutos federais.
A novidade é relevante quando se considera que na população brasileira há 7,3 milhões de pessoas com deficiência visual, de acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde de 2013, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dessas, 1,2 milhão têm limitações severas e 95% estão sem acesso a serviços de reabilitação.
Até o momento, 16 cães treinados estão em atuação, além de outros 71 em fase de socialização, que ainda passarão pelo processo de adestramento ofertado pelo Instituto Federal de Camboriú (IFC) e pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).
O campus de Alegre, do Instituto Federal do Espírito Santo, abriu a primeira turma do curso técnico subsequente em treinamento e instrução de cães-guia em agosto de 2015, com duração de dois anos. O estudante aprende a formar cães-guia e desenvolve aptidão para viabilizar o processo de união com o deficiente visual. A próxima turma está prevista para 2017.
Em 2015, o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), campus de Alegre, foi o segundo a estabelecer uma unidade. Outros cinco centros estão em processo de implantação. Todas as regiões do País serão atendidas, segundo o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).
A reitora do IFC, Sônia Regina de Souza Fernandes, destacou a importância dos centros de treinadores e instrutores de cães-guia para a inclusão e disseminação da tecnologia assistiva.
“Quando formamos técnicos de excelência capacitados para o treinamento de animais, principalmente, estamos colaborando para o aumento do número de cães-guia em atividade no País e contribuindo para melhorar a qualidade de vida das pessoas que têm limitações visuais”, afirmou.
Cadastro
Para adquirir um animal treinado pelos institutos federais é necessário estar inscrito no Cadastro Nacional de Candidatos à Utilização de Cães-Guia da Secretaria Especial de Direitos Humanos (SDH), vinculado ao Ministério da Justiça e Cidadania. O cadastro é voltado exclusivamente para pessoas com deficiência visual (cegueira ou baixa visão).
A pessoa inscrita integra uma lista de candidatos elegíveis para aquisição nos processos de seleção realizados pelos centros, por meio de editais cuja divulgação pode ser acompanhada na página do Ministério da Justiça e Cidadania.

Fonte: Portal Brasil com informações do Ministério da Educação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se na newsletter e receba todas as novidades

    LEIA MAIS PUBLICAÇÕES

    Catarata: Dr. José Beniz esclarece como é o tratamento

    Dr. José Beniz Neto explica sobre as situações que afetam a visão e estão ligadas às especialidades de córnea e catarata…

    Conheça a história do Dr. Henrique Rocha

    O Dr. Henrique Rocha, especialista em Catarata, Glaucoma e Cirurgia Refrativa, nasceu sob a influência da oftalmologia, …

    Tratamentos para a catarata

    O único tratamento eficaz para a catarata é a cirurgia. Não existe nenhum outro meio cientificamente comprovado de trata…

    confira nosso instagram

    Av. T-2, n 401 - Setor Bueno
    CEP 74.210-010 - Goiânia - GO CNPJ: 00.250.178/0001-90

    Horário de Funcionamento

    Segunda a sexta das 08h às 18h – Atendimento de Urgência 24h

    Redes Sociais

    CBCO – Hospital de Olhos:

    Responsável Técnico: Dr. Arnaldo Cialdini – CRM/GO 5526 – RQE 949

    © Copyright 2021 | CBCO - Todos os direitos reservados.

    Fale Conosco Agora!