Quando devo levar meu filho ao oftalmologista?

Desde o nascimento, uma criança enche nossas vidas de alegria e bons sentimentos, mas também surgem algumas preocupações. Quando se trata da saúde ocular das crianças, muitos pais ficam com dúvidas sobre quando é necessário visitar um oftalmopediatra para verificar se está tudo bem com os olhinhos de seus filhos.

Existem algumas doenças oculares com sintomas de difícil percepção e que só podem ser identificadas por um profissional especializado na área.

Problemas como, por exemplo, catarata, glaucoma congênito e retinoblastoma podem gerar sérias complicações para um bebê no futuro e, nesses casos, o diagnóstico e o tratamento precoce podem fazer muita diferença.

Se você acabou de ter um bebê, é muito importante levá-lo ao oftalmologista pediatra, para que ele faça o Teste do Olhinho e veja como está a saúde ocular do pequeno.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria e da Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica, esse teste deve ser realizado pelo menos três vezes ao ano e a primeira consulta oftalmológica do bebê  é realizada entre 6 meses e 1 ano.

Como os olhos das crianças diferem dos olhos de um adulto, eles querem tratamentos e exames específicos para verificar se está tudo bem com a saúde da visão. Por isso, é imprescindível levar seu filho ou filha ao oftalmopediatra quanto antes, pois somente esse profissional poderá identificar e tratar correta e precocemente qualquer problema de visão na criança.

Outro motivo para levar seu filho ao oftalmologista nos primeiros meses de vida é que doenças como catarata e glaucoma congênitos, daltonismo, retinose pigmentar, miopia e astigmatismo podem ser herdados de pais para filhos.

E, embora não seja uma certeza de que um filho herdará os problemas oculares dos pais, é bom levá-lo ao oftalmologista pediátrico para garantir.

Agora, falando de crianças um pouco mais velhas, também é essencial manter visitas regulares a esse profissional, para que qualquer problema de saúde seja diagnosticado quanto antes e tratado corretamente.

Entre os 2 e 3 anos, é importante que a criança se consulte com um especialista para identificar possíveis problemas de desenvolvimento ocular. Após isso e principalmente no início da vida escola, é bom levar a criança ao oftalmologista pelo menos uma vez por ano, ou quando houver queixas por parte do pequeno, para conferir se seu filho ou filha não desenvolveu nenhum erro de refração, como miopia e astigmatismo.

Mantenha as consultas anuais e esteja sempre atento para sintomas como visão embaçada, dificuldade para enxergar e sensibilidade a luz. Caso note algum destes sinais, procure um oftalmologista especializado, para que qualquer problema de saúde seja tratado assim que possível.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se na newsletter e receba todas as novidades

    LEIA MAIS PUBLICAÇÕES

    A importância do diagnóstico visual precoce do bebê

    Você sabe por que é tão importante fazer o teste do olhinho no seu bebê? A maioria das doenças oftalmopediátricas, como …

    Projeto Zikv

    O surto mundial do Zika Vírus O impacto do surto da síndrome congênita pelo Zika vírus (ZIKV) na América Latina requereu…

    Jorge Amado: conheça a nossa história com um dos autores mais lidos do mundo

      Hoje, mesmo após 20 anos terem se passado desde a sua morte, Jorge Amado ainda é um dos escritores mais querid…

    confira nosso instagram

    Av. T-2, n 401 - Setor Bueno
    CEP 74.210-010 - Goiânia - GO CNPJ: 00.250.178/0001-90

    Horário de Funcionamento

    Segunda a sexta das 08h às 18h – Atendimento de Urgência 24h

    Redes Sociais

    CBCO – Hospital de Olhos:

    Responsável Técnico: Dr. Arnaldo Cialdini – CRM/GO 5526 – RQE 949

    © Copyright 2021 | CBCO - Todos os direitos reservados.

    Fale Conosco Agora!