Existe Câncer nos Olhos?

existe câncer nos olhos?

O câncer ocular é uma patologia incomum e não atinge uma faixa etária muito específica. Por isso é necessário fazer visitas ao oftalmologista de maneira regular, para prevenir e garantir o diagnóstico precoce da doença. Para te ajudar com isso, preparamos um artigo inédito sobre câncer nos olhos e nele você encontra os seguintes tópicos: 

  1. Existe câncer nos olhos?

  2. Sintomas e sinais;  

  3. Tipos de câncer
    – Retinoblastoma: comum entre crianças
    – Melanoma: comum entre adultos
    – Linfoma: originado em outras partes do corpo.

  4. Como é feito o diagnóstico e o tratamento do câncer nos olhos? 

  5. Conclusão.

Existe câncer nos olhos?

Infelizmente sim. O câncer nos olhos é uma patologia incomum, mesmo assim ela pode surgir e muitas vezes de maneira silenciosa. Isso acontece porque nos olhos, assim como nas demais partes do nosso corpo, há uma proliferação de células que podem ser benignas e malignas. 

Sendo assim, os olhos podem ser acometidos pela proliferação de células malignas levando ao surgimento de tumores e, em alguns casos, a perda completa da visão. 

Geralmente, principalmente em pacientes adultos, o câncer surge como consequência de outro câncer presente no corpo por meio de metástase. As células malignas presentes em outras partes do corpo espalham-se pelo organismo por meio da corrente sanguínea, alcançando até o globo ocular. 

Como o câncer ocular é uma doença que não apresenta sintomas em seu estágio inicial, é de extrema importância a visita regular ao oftalmologista para prevenir e evitar a evolução do quadro  clínico. 

Em casos mais avançados podemos encontrar alguns tipos de sinais e sintomas que serão explicados no tópico a seguir. Acompanhe! 

Sintomas e sinais

De maneira geral, o câncer ocular não apresenta sintomas iniciais, já em casos avançados podemos observar o seguintes sinais e sintomas: 

  • Dor na região ocular;
  • Manchas pretas ou escuras na íris dos olhos;
  • Manchas na visão;
  • Borramento e dificuldade para enxergar;
  • Perda de parte do campo visual;
  • Mudança na forma e tamanho da pupila; 
    Perda total da visão. 


Em pacientes mais jovens, como as crianças, é possível enxergar a mancha branca da íris ocular por meio de fotografias, ou seja, se na foto a criança estiver com a pupila esbranquiçada é um sinal de alerta pois o comum é que a mancha seja vermelha. 

Sendo assim, os olhos podem ser acometidos pela proliferação de células malignas levando ao surgimento de tumores e, em alguns casos, a perda completa da visão. 

Geralmente, principalmente em pacientes adultos, o câncer surge como consequência de outro câncer presente no corpo por meio de metástase. As células malignas presentes em outras partes do corpo espalham-se pelo organismo por meio da corrente sanguínea, alcançando até o globo ocular. 

Como o câncer ocular é uma doença que não apresenta sintomas em seu estágio inicial, é de extrema importância a visita regular ao oftalmologista para prevenir e evitar a evolução do quadro  clínico. 

Em casos mais avançados podemos encontrar alguns tipos de sinais e sintomas que serão explicados no tópico a seguir. Acompanhe! 

Tipos de câncer nos olhos

Dentre os casos mais comuns podemos citar três tipos de câncer que podem acometer a estrutura ocular que são: retinoblastoma, melanoma e o linfoma. A seguir vamos explicar cada tipo. Acompanhe a leitura! 

Retinoblastoma: comum entre crianças.

Essa patologia é um tumor maligno que acomete, em geral, crianças de 0 a 5 anos. Por isso, é extremamente importante realizar o teste do olhinho com os pequenos para que a prevenção aconteça desde os primeiros minutos de vida. 

O retinoblastoma acomete as células da retina impactando essa estrutura, deixando-a fortemente sensível à luz. Ademais, essa doença também pode ser hereditária e atinge ambos os olhos. 

Melanoma: comum entre adultos.

Essa doença é a mais comum dentro da oftalmologia, mas ainda sim é um quadro clínico raro. Ela desenvolve-se dentro do globo ocular a partir do pigmento que é gerado pelos melanócitos e pode afetar estruturas como as pálpebras e conjuntiva. 

Essa patologia é comum entre pessoas brancas, acima dos 50 anos, que possuem olhos claros e também pintas no fundo dos olhos. 

Linfoma: originado em outras partes do corpo. 

Esse tipo de câncer é oriundo das células do sistema imunológico, ou seja, as células malignas presente em outros órgãos que, por meio da corrente sanguínea, prejudicam as funcionalidades das estruturas oculares. 

Como é feito o diagnóstico e o tratamento do câncer nos olhos?

Na maior parte das vezes, o diagnóstico é feito por meio de exames específicos como o mapeamento de retina e gonioscopia, que possibilitam material genético mais detalhado para análise do médico.

Ademais, dentro do consultório, o médico oftalmologista vai procurar por sintomas característicos da patologia para avaliar o caso. Além disso, pode ser necessário dilatar a pupila para investigar a fundo a raiz do problema.

Quando falamos em tratamento para câncer nos olhos, temos como opções: radioterapia, quimioterapia, laserterapia, imunoterapia, braquiterapia, terapia alvo e em alguns casos a remoção do globo ocular comprometido.

Conclusão.

Agora que você já sabe que os olhos podem ser acometidos pelo câncer, é de extrema importância que você haja de modo preventivo, ou seja, visite regularmente o médico oftalmologista para garantir assim uma maior longevidade e qualidade de vida.

Para isso, conte com o CBCO! Agende uma consulta conosco aqui.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se na newsletter e receba todas as novidades

    LEIA MAIS PUBLICAÇÕES

    O universo das pesquisas sobre retina

    Dr. Marcos Ávila vem pesquisando, há anos e sem interrupção, as doenças da mácula, a parte central da retina. O tecido é…

    Você sabia que existe câncer nos olhos?

    O Melanoma de Coróide é, dentre todos os tipos de câncer oculares, o tumor intra-ocular mais comum e o mais frequente na…

    Terçol: como tratar e aliviar os sintomas?

    O terçol, também conhecido como hordéolo, é uma infecção bacteriana das glândulas sebáceas e sudoríparas da pálpebra. …

    confira nosso instagram

    Av. T-2, n 401 - Setor Bueno
    CEP 74.210-010 - Goiânia - GO CNPJ: 00.250.178/0001-90

    Horário de Funcionamento

    Segunda a sexta das 08h às 18h – Atendimento de Urgência 24h

    Redes Sociais

    CBCO – Hospital de Olhos:

    Responsável Técnico: Dr. Arnaldo Cialdini – CRM/GO 5526 – RQE 949

    © Copyright 2021 | CBCO - Todos os direitos reservados.

    Fale Conosco Agora!