CBCO

A oftalmologia praticada no Brasil é de excelente nível. Com o seu meteórico desenvolvimento, existe no primeiro mundo uma crescente tendência da sua divisão em sub-especialidades. Especificamente em Goiânia, onde já se praticava medicina de alto padrão comparado aos centros de tradição mais antiga, tais como São Paulo e Belo Horizonte, decidimos implantar pela primeira vez no país um serviço a nível do primeiro mundo, dedicado a sub-especialidades, com um elo comum entre elas. Por isso foi criado o CBCO. Este ideal passou a ser um dos pilares filosóficos da nova instituição.
Dentro desta filosofia foi concebido o prédio para abrigar o empreendimento, com 3.800 m² de área construída. Foi feito no subsolo um anfiteatro que engloba os mais modernos recursos audiovisuais (Auditório Domingos Ávila), tendo inclusive conexão direta com o centro cirúrgico comunicando a platéia de médicos e o cirurgião que está operando, possibilitando assim a demonstração de novas técnicas cirúrgicas (cirurgia interativa). No andar térreo foi instalado uma central de computação a qual dá sustentação a mais de 130 terminais.

Desta maneira toda estrutura é completamente informatizada, inclusive com diagnóstico por exclusão. Este sistema de diagnóstico propicia ao médico o atendimento informando ao computador os achados, os quais vão sendo catalogados chegando ao final da consulta com um, dois ou no máximo três prováveis diagnósticos. Além disso foi informatizada toda parte administrativa como a contabilidade, estoque, manutenção, centro de custos, hospital e centro cirúrgico. A administração está localizada em área estratégica do prédio e está conectada a todos os departamentos e portaria, que por sua vez é também completamente informatizada fazendo o cadastro do paciente e as perguntas básicas que são emitidas diretamente ao consultório do médico, via comunicação em rede local.
Ainda no térreo, foi instalado o centro de oftalmodiagnóstico onde existem aparelhos de última geração como a Vídeo-Angiografia Digitalizada pela indocianina verde (primeiro no país), a Retinografia Fluorescente Digitalizada, a Eletrofisiologia (Eletroretinograma, Potencial Visual Evocado e Eletro-oculograma), através da qual também implantamos no Brasil o estudo pioneiro da eletroretinografia da região macular (parte central da visão). Recentemente colocamos em funcionamento o maior avanço diagnóstico para doenças Vitreo-retinianas que é o Scanning Laser Ophthalmoscope (oftalmoscopia por varredura), onde pacientes não dilatados podem ser examinados de maneira única, precisa e incomparável a qualquer outro aparelho similar.
Com estes, um grande número de patologias que passavam desapercebidas, são agora diagnosticadas com certa facilidade. Ainda no oftalmodiagnóstico contamos com Ultrassonografia digitalizada integrada à rede de computação, Biomicroscopia Ultrassonica(UBM), Campimetria Computadorizada, Paquimetria óptica e computadorizada, Topografia Corneana computadorizada, Microscopia Especular e Ecobiometria. Ainda no térreo são realizadas as cirurgias com raios laser, onde os pacientes dispõem de YAG-laserterapia para rompimento da cápsula posterior (catarata terciária), laser diodo para tratamento específico das doenças vasculares de uma camada do olho chamada coróide e o laser de estado sólido que é utilizado de rotina em várias patologias da retina como o diabetes e outras.
Para a composição do corpo clínico foram convidados sub-especialistas com grande interesse em cada campo, haja visto que dentre eles, encontram-se presidentes que atuaram em sociedades brasileiras a saber:
Dr. Marcos Ávila – Foi presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e também presidente da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo;
Dr. Durval Moraes de Carvalho – Foi presidente da Sociedade Brasileira de Implantes Intra-oculares – Regional;
Dr. Edison Geraissate – Foi presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmopediatria;
Dr. José Beniz Neto – Foi presidente da Sociedade Brasileira de Uveítes;
Dr. Francisco Eduardo Lima – Foi presidente da Sociedade Brasileira de Glaucoma e também presidente da Sociedade de Oftalmologia do Centro Oeste.

O corpo clínico dispõe de um hospital com moderno centro cirúrgico no 4o. andar do edifício. É um dos mais bem montados da cidade de Goiânia e um dos melhores do Brasil. O hospital foi edificado obedecendo todas as normas da Organização Mundial de Saúde incluindo o tamanho das salas, o isolamento térmico, o isolamento acústico, o isolamento de descargas elétricas, o posicionamento dos pontos de energia e tomadas, a central de esterilização e sistema de sonorização ambiente. O que é mais importante acima de tudo foram os equipamentos adquiridos para a realização das micro-cirurgias oculares. Dispomos de aparelhos para vitrectomia em todas as cinco salas de cirurgia, aparelhos para facoemulsificação do cristalino na cirurgia de catarata, o aparelho de Laser para cirurgias de glaucoma (Ciclofotocoagulação Endoscópica), Excimer Laser (Fotoablação Corneana), para cirurgia refrativa (Hipermetropia, Miopia, Astigmatismo e tratamento de opacidades corneanas. Os microscópios são importados da Suíça, da marca Haag-Streit e Zeiss, o material de micro-cirurgia também é completamente novo e importado da Europa, Japão e Estados Unidos. Desta maneira os médicos do corpo clínico se sentem com completa segurança para realizar os mais complexos procedimentos cirúrgicos dentro da oftalmologia.
Para maior conforto dos médicos e dos pacientes, no terraço foi construído um heliporto para o atendimento de casos de emergência extrema.
O hospital está sendo pioneiro em algumas cirurgias e tratamentos e, por isso, clientes de grande destaque de todo Brasil tem acorrido a Goiânia para que possam se beneficiar desta estrutura que foi montada na capital de Goiás.
Colocamos à sua disposição a nossa instituição, tendo a certeza absoluta de oferecer aos nossos pacientes, o cuidado médico que é disponível aos pacientes do primeiro mundo.
Gostaríamos também de receber sua visita para que possa atestar, in loco, o treinamento intensivo a que foram submetidos todos os funcionários que nos auxiliam a prestar ao doente o maior carinho, atenção, presteza e agilidade no atendimento.

Dr. Marcos Ávila
Presidente

Dr. Arnaldo Cialdini
Diretor Clínico

MISSÃO

“Proporcionar serviços na área da saúde oftalmológica, encantando os clientes, alicerçados na
competência, tecnologia, humanização e valorização da qualidade de vida”.

VISÃO

“Ser reconhecido como Hospital referência em alta complexidade oftalmológica, qualidade, gestão
do conhecimento, humanização e responsabilidade social.”

Fotos

Localização



Direitos de Uso | Todos os direitos reservados © 2016 - CBCO